quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Concurso Espumante Brasileiro



Com a ajuda de mais de 40 degustadores, a Associação Brasileira de Enologia (ABE) elegeu em outubro deste último anos os melhores vinhos espumantes produzidos por vinícolas brasileiras. 

A premiação acontece desde 2001 e está na sua nona edição. 

Conhecido como Concurso Espumante Brasileiro, o evento avaliou 264 rótulos, os quais 80 foram premiados e receberam medalhas nas categorias Grande Ouro, Ouro e Prata.  

Aqui no Blog Vinho e Tempero destacaremos as premiadas com o Grande Ouro e no site da ABE você confere o ranking completo dos 80 espumantes premiados.

Aliança Espumante Brut
Cooperativa Vinícola Nova Aliança - processo Charmat
Panizzon Espumante Chardonnay Brut
Sociedade de Bebidas Panizzon - processo Charmat
Terrasul Espumante Moscatel
Terrasul Vinhos Finos Ltda - processo Moscatel
Stravaganzza Espumante Brut
Vinícola Don Giovanni - processo Tradicional
Casa Galiotto Espumante Brut
Vinícola Galiotto Ltda - processo Charmat
Revista Exame



A bebida que é cara do verão.

Os espumantes já não fazem mais parte somente datas como ano novo ou ocasiões especiais pois o consumo desta bebida pelos brasileiros tem aumentado cada vez mais.

Abaixo temos algumas dicas de rótulos selecionadas pelo Maurício Roloff  que para mostrar a vocação da nossa vitivinicultura para aliviar o calor, ele selecionou oito garrafas que combinam com a temporada. Há desde espumantes mais estruturados até os famosos vinhos de beira de piscina (expressão generalista para quando não há muito o que dizer sobre aquele produto).




Conte pra nós qual sua dica de espumante?




























Clicrbs





A final, o que é vinho fino e vinho de mesa?


Você sabe a diferença do vinho fino e do vinho de mesa?

Calma, é simples. A gente explica:

Para entender a diferença entre vinho de mesa e vinho fino é necessário saber um pouco sobre a planta produtora da uva. A videira pertence ao gênero Vitis, que possui mais de quarenta espécies, entre as quais a Vitis vinifera, que, por sua vez, conta com mais de cinco mil variedades, como as famosas Cabernet Sauvignon, Merlot, Chardonnay. Existem ainda outras espécies, como a Vitis labrusca, Vitis rupestris, Vitis riparia e Vitis bourquina. Estas, chamadas de uvas de mesa (também conhecidas como uvas americanas), são mais adequadas para o consumo direto e para produção de sucos e uvas passas, mas também são capazes de produzir vinho, embora de qualidade inferior em relação aos produzidos com uvas Vitis vinifera (também chamadas de uvas finas). Disparidade causada pela sua diferença estrutural - a espécie Vitis vinifera é menor e tem casca mais grossa e densa.



Entenda o rótulo:

Sendo assim, os termos "Vinho de Mesa" e "Vinho Fino" têm o papel de distinguir essas bebidas em duas categorias: os feitos a partir de uvas da espécie Vitis vinifera e os feitos com outras espécies. Sem saber a diferença entre eles, o consumidor pode acabar adquirindo produtos que não correspondem às suas expectativas.


Se em um rótulo ou contrarrótulo de vinho constar a denominação "Vinho Fino", quer dizer que a bebida é composta exclusivamente de uvas de melhor qualidade. E mesmo que venha escrito "Vinho de Mesa Fino", a bebida será completamente elaborada a partir de uvas Vitis vinifera, ainda que conste a palavra "Mesa" no rótulo. Assim, vinhos em cujo rótulo consta apenas o termo "Vinho de Mesa" é que serão elaborados com uvas americanas.


Características:
O vinho produzido a partir das uvas americanas, ou de mesa, tem aromas rústicos e paladar muito intenso, mas caiu no gosto popular do brasileiro pelo simples hábito de ser tomado em quantidade e pelo preço mais barato, e não propriamente pelas suas qualidades. Esse padrão cultural do brasileiro foi determinante para a criação de regras para distinguir os vinhos feitos a partir de uvas viníferas - finos - e os feitos a partir de uvas americanas - de mesa.


No que diz respeito à qualidade dos dois, aliás, a vantagem dos finos em relação aos de mesa é grande. Os primeiros são, em geral, límpidos e brilhantes, lembrando frutas, notas florais e uma infinidade de outras percepções (tanto no olfato quanto no paladar), enquanto os segundos costumam ser opacos, com aromas fortes e sabores simples.


Assim, antes de comprar sua garrafa de vinho, leia com atenção todas as informações do rótulo para se certificar de que você está escolhendo realmente o tipo de vinho que procura, lembrando-se sempre que no mundo do vinho experimentar é o caminho mais curto para descobrir o que se gosta. Tente algo novo, junte os amigos e descubra. A certeza é uma só, vai ser muito divertido e prazeroso.

revistaadega.uol.com.br

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Borbulhas que refrescam o verão!

Aí vão algumas dicas para você variar o modo tradicional de apreciar sua espumante: drinks refrescantes e deliciosos! 


Celebration 



30ml de tequila
15ml licor de laranja
15ml de suco de limão
60ml de espumante brut
4 cubos de gelo


Na coqueteleira, bata a tequila, o licor e o suco de limão e o gelo. Finalize com a espumante e sirva na hora.



Martini Rosa


15 ml de espumante moscatel ou demise’c
30 ml de vodka
4 morangos
1 limão em rodelas
4 cubos de gelo
Folhas de hortelã


Na coqueteleira, bata os morangos, a vodka, o limão, a hortelã e o gelo. Finalize com a espumante e sirva na hora.





A esquina mais charmosa de SP terá bike com espumantes da Miolo





A Miolo, uma das marcas mais charmosas do Brasil, chega à badalada esquina da Oscar Freire com a Rua Haddock Lobo!


Nos dias 27 e 28 de fevereiro (sábado e domingo), a vinícola estará apresentando seus espumantes no Mercadinho Chic – feirinha de acessórios, bolsas e objetos de arte e decoração – em parceria com a Oh My Wine, uma wine bike cheia de estilo onde será possível degustar e comprar espumantes Miolo.

Quem for curtir o último fim de semana de fevereiro na esquina mais chique da capital paulista vai apreciar as borbulhas da premiada linha Miolo Cuvée Tradition. E tem opção para diversos paladares: Brut Rosé (sinônimo de festa!), Demi-Sec (mais adocicado e leve) e o Traditional Brut (mais seco e também a versão mais consumida no mundo).

“Nos juntamos à Oh My Wine e ao Mercadinho Chic para oferecer aos paulistanos e aos turistas uma experiência agradável com nossos espumantes. Nosso objetivo é associar o espumante a momentos descontraídos do dia-a-dia, além de ser a bebida ideal para acompanhar um bate-papo com os amigos em qualquer lugar: seja em casa, em uma festa ou na rua curtindo a tarde e o fim do dia”, explica Adriano Miolo, superintendente do grupo.

Miolo no Mercadinho Chic:

Bike - Oh my Wine

Rua Oscar Freire, 720

Dia 27 de fevereiro, sábado, das 11 às 20 horas 

Dia 28 de fevereiro, domingo, das 11 às 19 horas


Bolinho de carne assado recheado com requeijão

Quer fugir dos famosos bolinhos de carne fritos ou cheios de molho?
Essa é uma opção prática, leve e muito saborosa para servir de aperitivos e acompanhar um bom vinho tinto ou servido com uma salada verde e arroz torna sua refeição principal!

Ingredientes:

500g de patinho moído;
1/2 cebola ralada
1 dente de alho pequeno esmagado;
1 clara de ovo
sal e pimenta a gosto

Farinha de aveia  ou de rosca para empanar
Requeijão para rechear

Preparo:
Em um recipiente, misture todos os ingredientes, exceto a farinha e o requeijão.
Em colheradas e com a mão úmida com água, abra a massa na mão, adicione uma colher pequena de requeijão no centro da massa e feche. Passe na farinha uma a uma e leve para assar em forno médio por aproximadamente 30 minutos.